Login ou Esqueceu a sua senha?
E-mail:
senha

Estudo Dirigido - A ENCARNAÇÃO DA GRAÇA


 

Estudo X - O CASAMENTO DE JOSÉ E MARIA



Mateus 1:20


Apesar de estar pronto para se divorciar de Maria, José aceitou a mensagem do anjo do Senhor para prosseguir com o casamento. Dessa forma, José se tornou o guardião terrestre do Filho de Deus.


A Bíblia revela pouco acerca de José. Pela pouca informação que temos, notamos que era um homem disposto a aceitar a direção divina e acatou a instrução para prover um lar para Maria e seu Filho, Jesus.


José tinha toda a razão para se separar de Maria. Ela estava grávida de uma criança que ele sabia que não era dele.


Deus revelou Sua graça a esse homem fiel enviando-lhe um mensageiro celestial.


Leia sobre o caráter de José (Mat.1:18 e 19).


José era descendente de Davi (Luc.2:4) e um carpinteiro profissional (Mat.13:55). Como não queria prejudicar a Maria, iria assinar os papéis legais discretamente, sem deixar que o caso fosse a julgamento ou apedrejamento (Deut.22:23 e 24).


Quando o anjo apareceu-lhe, revelando que a criança era o prometido Messias, respondeu rapidamente, sem hesitar.


Escolheu não se preocupar com sua reputação ou com as acusações que poderiam ser levantadas contra seus atos.


Ao selecionar um homem para ser o pai terrestre de Jesus, Deus não escolheu alguém rico ou famoso. Deus queria um homem íntegro, compassivo e fiel. A presença dessas qualidades no lar onde Jesus cresceria resultou na melhor atmosfera possível para Seu desenvolvimento. José possuía esses atributos.


Mateus 1:18 informa que Maria estava “desposada” ou comprometida com José. De acordo com o costume judeu, durante esse período de compromisso, ou noivado, o casal já estava unido, mas ainda não tinham vida em comum. Esse relacionamento só podia ser desfeito pelo divórcio. José enfrentou uma situação muito difícil. Qualquer decisão de José traria problemas para Maria. Um julgamento público resultaria em desgraça, humilhação e possivelmente morte. Um divórcio secreto a deixaria desamparada com a Criança que estava para nascer, pois dificilmente outro homem se casaria com uma adúltera. Pensava assim, até que Deus lhe revelou Seu plano.


A vida de Jesus, um milagre – O começo e o final da vida de Jesus na Terra foram assinalados por milagres. Sua vida humana começou com o nascimento através de uma virgem e terminou com Sua ressurreição.


Mais de cem vezes a Bíblia utiliza a palavra “Semente” aplicada ao Messias.

ProfeciaCumprimento
Gen.3:15Mat.1:18; Gal.3:19
Gen.12:1-3Gal.3:16
Jer.23:5 e 6Mat.22:41-46


Seguramente um homem com o caráter como o de José gastava muito tempo orando a Deus para conhecer Sua vontade a respeito de sua vida e da de sua família.


Por que um nascimento Virginal- Maria providenciou a ligação de Jesus com a humanidade e o Espírito Santo proveu Sua ligação com a Divindade. A ausência do envolvimento de um homem significa que a vinda do Redentor é algo que a humanidade não pode realizar por si mesma. A iniciativa foi de Deus. Ele realizou um ato criativo especial.


Mesmo sem entender tudo, imediatamente, José confiou em Deus e não hesitou em seguir na direção indicada (Mat.1:24 e 25). Neste caso, mais do que em qualquer outra situação, fica evidente porque José foi escolhido para ser o protetor de Maria e de seu Filho Jesus. Apesar de o acontecimento anunciado pelo anjo jamais ter sido imaginado por qualquer ser humano, José creu que para Deus, tudo é possível.


A capacidade para confiar em Deus dia-a-dia é desenvolvida com base na Sua direção em nossa vida passada. Sabemos que Deus tem total conhecimento do que é melhor para nós, assim podemos viver um dia de cada vez e deixar o fruto em Suas mãos. Se buscarmos a Deus diariamente, Ele nos dirigirá.


 
Envie esta página à um(a) amigo(a)