A Bíblia em Esboco
O Livro de Josué


Análise nº
6

Versos chave: 11:23 e 21:44,45

Mensagem: A fidelidade de Deus declarada e demonstrada.

INTRODUÇÃO GERAL

TEMA PRINCIPAL: A conquista e a divisão da terra de Canaã

PENSAMENTO CHAVE: Como ter êxito nas lutas da vida, 1:8-9

ANÁLISE HISTÓRICA

  • (1) A invasão da terra, caps. 1-5
  • (2) A queda de Jericó, cap. 6.
  • (3) A batalha em Ai, e Israel em Ebal e Gerizim, caps. 7-8.
  • (4) A Conquista do Sul, cap. 10.
  • (5) A Conquista do Norte e a lista dos reis mortos, caps. 11-12.
  • (6) A divisão da terra , a designação das cidades de refúgio, etc., caps. 13-22.
  • (7) Palavras de despedida e morte de Josué, caps. 23-24.
LICÃO SUGERIDA: A certeza do cumprimento dos propósitos divinos.
  • (1) Nos juízos vindouros sobre os cananeus devido aos seus grandes pecados.
  • (2) Nos descendentes de Abraão pelo fato de possuírem a terra de acordo com a promessa de Deus, Gênesis 12:7.
TIPOS:

De acordo com uma concepção comum, a travessia do Jordão representa a morte, e Canaã , o céu. Damos, a seguir, uma melhor analogia.
Canaã - Um tipo da vida cristã mais elevada, que deve ser ganha através da luta espiritual, Romanos 7:23.
Os Cananeus - Um tipo de nossos inimigos espirituais, Efésios 6:12.
A luta de Israel - Um tipo da luta da fé, I Timóteo 6:12
O descanso de Israel - Após a conquista (Josué 11:23) , um tipo do descanso da alma, Hebreus 4:9.
Os cananeus parcialmente subjugados - Um tipo dos pecados persistentes ainda não conquistados Hebreus 12:1.

PORÇÕES SELETAS


O AUTOR

Não há razões para duvidar de que Josué fosse o autor deste livro. O Taimud afirma que Josué o escreveu todo, exceção feita aos últimos cinco versículos atribuídos a Finéias 24:33. Certamente foi escrito em tempo anterior a Davi, 15:63, (pois este expulsou os jebuseus) enquanto que Raabe, a esse tempo, ainda vivia. (6:25)

O CARÁTER

O Livro é uma narrativa da campanha militar chefiada por Josué, sucessor de Moisés, e pela qual Israel conquistou a terra prometida. É um livro agressivo e está para os cinco livros de Moisés como "Atos dos Apóstolos" está para os quatro evangelhos.

A MENSAGEM

É importante notar que é muito mais do que uma simples história de guerras, por mais interessante que seja. Tem uma quadrupla mensagem:

(1) A principal é a fidelidade de Deus. Estudai os versos-chave indicados acima e vereis como Ele é fiel ao que prometeu. Certamente que o é, nem poderia ser de outra maneira! Este livro, pois, declara e demonstra essa fidelidade.

(2) Mostra também o valor da regra que para gozar as dádivas divinas é necessário apropriá-las.

(3) A terceira mensagem revela o horror e o ódio que Deus vota ao pecado. Esta guerra era, punitiva. Os cananeus estavam tão imersos no pecado, ao qual se entregavam sem reservas, na prática de vícios  horrendos e abomináveis que, a espada flamejante da justiça de Deus, teve de ser desembainhada.

(4) A quarta mensagem tem sentido espiritual. Esta campanha militar é o tipo da guerra do Espírito. Os cananeus representam as nossas concupiscências, os nossos pecados, os inimigos espirituais, e nessa relação, podemos descobrir o segredo duma vida triunfante no Espírito.

NOTÁVEL

Um fato notável, por excelência, neste livro é que, nele, se introduz um novo método de ensino. Até ali, Deus falara através de sonhos, visões e pelo ministério dos anjos. Agora, aponta o Livro da Lei, escrito por Moisés, e o povo é exortado a dar ouvidos à voz de Deus, por meio desse livro, 1:8. É o método que se observa ainda hoje, embora tenhamos um livro - a Bíblia - maior que o de Josué, embora igualmente inspirado. Temos dado, à Bíblia, seu devido valor?

ANÁLISE

(1) A ENTRADA NA TERRA PROMETIDA - Caps. 1 - 5
  • Deus chama Josué, (1:1-9)
  • O apelo do Senhor a Israel, (1:10-15)
  • A resposta, sincera do povo, (1:16-18)
  • Raabe, e os espias, (2)
  • A passagem do Jordão, (3)
  • Os dois memórias, (4)
  • O efeito disto no inimigo, (5:1)
  • O opróbrio do Egito é resolvido, (5:2-10)
  • O novo alimento, (5:11,12)
  • Seu Capitão, (5:13-15)

NOTAR:

  • A Lei (representada por Moisés) não podia dar possessão ao pecador, (1:2)
  • O valor da coragem, (1:6)
  • Israel nem viu água ao atravessar o Jordão, (3:16)
(2) A CONQUISTA DA TERRA PROMETIDA - Caps. 6 - 12
  • Conquista de Jericó por um meio fora do comum.
    Notar: Durante seis dias o único ruído era perto da Arca como que chamando a atenção somente do Senhor, (6)
  • Pecado de Acã, (7)
  • Conquista de Ai, (8:1-29)
  • A cerimônia no Ebal, (8:30-35)
    Notar: O altar se edificou no Monte da maldição.
  • A aliança com os gibeonitas, (9)
  • Vitória:
  • Lista de reis derrotados, (12)

NOTAR:

  • Confiança própria, o pecado de Israel, (7:3)
  • Em 7:21, o pecado se desenvolve em quatro graus:
    • "vi" - concupiscência dos olhos,
    • "cobicei" - concupiscência da mente,
    • "tomei", ato da vontade,
    • "escondi", ato da mão.
(3) A DIVISÃO DA TERRA PROMETIDA - Caps. 13 - 22
  • A mensagem de Deus a Josué, (13)

  • A divisão da terra, (14-21)

  • O erro das duas e meias tribos, (22)

NOTAR:

  • Hebrom (comunhão) coube a Calebe porque perseverou em seguir o Senhor, (14:14)

  • A filha de Calebe cuidou bem de seus interesses pessoais, (15:16-19)

  • A nobre e digna resposta de Josué, (17:14-18)

  • Josué foi o último a receber sua herança. E, como Calebe recebeu por livre escolha, e escolheu em lugar estéril que nenhum outro queria, (19:50)

(4) A DESPEDIDA DE JOSUÉ, O LÍDER - Caps. 23 - 24
  • Último discurso de Josué
    • aos chefes do povo, (23)
    • a todo o povo, (24:1-28)
  • A morte de Josué, (24:29-31)
  • A morte de Eleazar, (24:33)

NOTAR:

  • Gênesis se inicia com Deus e termina com a morte. O livro de Josué começa e termina com a morte.
  • 24:33 - Os sacerdotes não tinham propriedades, embora este verso revele que Finéias as possuía. Provavelmente, as recebera em compensação e serviços especiais.

 
Envie esta página à um(a) amigo(a)